A DONA DA CASA

Sou uma mulher de 30 (e não importa os detalhes) que teima que ainda tem 18.

Sou uma apaixonada por cachorros (inclua na lista calopsitas, ratinhos, gatos, corujas, lagartixas, grilos e tudo que tenha boca e olhinhos de "não me mate").

Sou uma jornalista que nas horas vagas lixa caixotes e joga tinta em tela branca.

Sou uma louca, que mesmo tendo "serviço de quarto"  na casa da mãe, decidiu que era hora de se aventurar longe do ninho e foi morar sozinha com mais duas cachorras em um apê carioca.

Sou uma carioca da gema apaixonada pelas curvas da cidade, mas que conheceu o Cristo Redentor somente em 2014.

Sou uma pessoa estranha, que adora ter a cama só para ela, mas ama dormir de conchinha com o namorado.

Enfim...sou dessas.