segunda-feira, 19 de agosto de 2019

Expectativa X Realidade

O mês de setembro reserva muita coisa boa, pelo menos para mim. É o mês dos virginianos natos (opa! Isso é coisa boa para o mundo, na verdade hehehe). Virginianos são organizados, detalhistas. A casa de uma pessoa de virgem é mais limpa que UTI de hospitais. Ok, os pelos da Sofia e da Mia não ajudam muito, mas...

Nariz de cera feito, vamos entrar no assunto: expectativa X realidade. Mas deixe-me falar da minha vida, afinal sou a mulher dos exemplos. Além de setembro ser o meu mês de aniversário, é o mês do SETEMBRO AMARELO (e se você ainda não sabe o que é isso, clica aqui), muito importante para as pessoas que, assim como eu, lutam contra um câncer na alma: a depressão. Em setembro também será o mês que farei a retirada total do antidepressivo, após quatro anos de tratamento. E no mesmo dia que sai o remédio, entra a gestação. Sim, estarei grávida. Será o dia em que entregarei os documentos na Vara da Infância para dar entrada oficialmente no Cadastro Nacional de Adoção (CNA). Sacou a tensão né?

A expectativa é que dia o dia 05 de setembro comece comigo olhando para a caixa de comprimidos e dando aquele “Adeus! Espero nunca mais te ver”. À tarde, a pessoa vai até a Vara e entrega todos os documentos, lindamente preenchidos, carimbados e assinados. Dia 16 completa mais uma estação neste mundo louco e a balança olha para mim e diz: Nossa! Como você está leve. =)

Mas a realidade pode ser cruel. Eu posso ser afetada pelo tal do inferno astral (ano passado eu não tive isso, mas em 2017 sim). A abstinência ao medicamento pode ser muito forte. E pode acontecer alguma coisa me impedindo dia 05 de participar da última reunião obrigatória no grupo de apoio à adoção, o que, consequentemente, adiaria por um mês a entrada no CNA.

Pode ser tudo catastrófico, mas também pode ser tudo lindo. E ainda que não saia tudo como queremos, a realidade pode ser muito boa também. Precisamos ter olhos de ver; isso significa ficar feliz por enxergar uma silhueta no escuro. A realidade nunca é uma bosta. Nossa expectativa é que sempre é muito alta.

Pense nisso! Eu vou pensar (para não surtar).


Nenhum comentário:

Postar um comentário