quinta-feira, 20 de junho de 2019

Portas fechadas

Hoje li que virgem é um dos signos no zodíaco mais complicados para se relacionar. Disputando a liderança estão também Aquário e Sagitário. Não posso falar pelos outros, mas como virginiana posso fazer aqui uma autodefesa: somos analíticos e dominadores. Isso quer dizer que nada passa despercebido pelo olhar (sempre) atento de virgem, além de querermos controlar tudo; mas claro, de uma forma sutil, mascarada mesmo (sem admitir o controle). Talvez por isso seja tão difícil entrar na casa de uma pessoa de virgem. 

Tudo na mais perfeita ordem, milimetricamente posicionado: assim é a casa de uma pessoa virginiana. Perceba que tudo que está exposto (na sala principalmente, por ser o local onde as visitas têm acesso) foi colocado ali propositadamente. Nada, absolutamente nada, será mostrado se ela não quiser. Até a louça suja na pia (pasmem!) é de propósito; e não por preguiça. 

Se você entrar na casa de uma virginiana é porque ela está te testando, quer te conhecer. Se você vai voltar...isso depende muito de como você vai agir dentro do recinto. O simples fato de não acarinhar suas cachorras (aqui pode valer gato, papagaio e até tartaruga) faz perder uns 20 pontos na escala de 100. Olhar atravessado ou fazer xiu para os animais é nota zero na certa. 

Não que a criatura de virgem queira que a visita beije suas crias se não gostar de animais. Ela quer a verdade nua e crua de cara. Virgem é um signo prático, tipo pá pum. Não curte joguinhos, nada de enrolação, nada de blocks, sacou?! Virgem não se expõe. Jamais! Sua vida é um sarcófago. Mas também não se esconde, afinal quem se esconde é porque tá no erro, devendo até a alma. E isso ela não admite a seu lado, dentro do seu mundo. Por isso, se ela deixar você entrar na casa e lhe disser Fique à vontade, ou Sinta-se em casa, acredite! Ela está lhe dando mesmo permissão para isso, inclusive, para abrir os armários e a geladeira sem pedir permissão, e isso não é apenas por educação. Vale dizer aqui que virgem não segue regras de boa educação. Isso significa que se estiver incomodando, não fará cerimônia; será direta ao lhe pedir para ir embora de sua casa.  

E o que dizer dos sinais? Virginianos são místicos, acreditam que se o gato não lhe rondar e pedir carinho é porque você não é boa pessoa e deve sair de sua casa. Claro que algumas vezes, eu, como ser humano que quer acreditar na humanidade, permito que seres estranhos voltem à minha casa mesmo com os latidos excessivos das minhas cachorras e a falta de interesse da gata pela minha visita. Porém, na mesma semana (quiçá no dia seguinte) a tal visita se revela como persona non grata. Animais têm sempre razão. 

Não abro minha casa para qualquer pessoa. Meu capacho mostra muito bem isso. Mas quando abro é porque estou a testar a visita. Virginianos não sei se são como sagitarianos ou aquarianos, mas que somos calculistas, lamentavelmente (ou não), isso somos. 

Saiba, então, que se você não voltar não é porque você não quis, mas porque eu preferi lhe dar um motivo para desistir da próxima visita. ;)


Nenhum comentário:

Postar um comentário