segunda-feira, 20 de fevereiro de 2017

Não alugue gato por lebre

Você está naquele momento da vida que sente que chegou a hora de se mudar. Seja pela primeira vez ou pela vigésima, bate sempre um leve frio na barriga, além de cansaço por ter que se preocupar com muitas coisas. 

Existem dois grandes problemas quando procuramos um novo apê, que nem sempre estão juntos: pressa e empolgação. A pressa costuma existir quando o contrato de aluguel do atual imóvel está vencendo. Aí é o verdadeiro corre-corre para encontrar outro a tempo. Já a empolgação penso ser o maior problema na hora de escolher a casa nova, porque ela esconde, ou apenas mascara mesmo, infiltrações, piso quebrado, rede elétrica prestes a causar um incêndio, rua extremamente deserta etc. etc. etc.

Como eu quase já caí em roubada e vi outros tantos amigos caírem de fato, aqui estou para dar algumas dicas para não se empolgar demais e acabar alugando um problema, no lugar de um imóvel.

A primeira e mais importante dica é a sensação. O que você sente quando entra no apartamento? Pode parecer besteira, mas não é. É muito importante sentir boas energias, sentir-se "em casa", mesmo que ele ainda não seja seu.

Outra coisa que precisa ser percebida com bastante atenção é a localização: a rua é movimentada o bastante para sentir-se segura e não muito para conseguir dormir? Tem farmácia, mercado, restaurante, lanchonete e ponto de ônibus ou estação de metrô a poucos metros de casa? Essas coisas são essenciais para quem vai morar só, afinal pense que em algum momento você pode chegar da faculdade ou do trabalho depois das 22h e caminhar por uma rua deserta pode não ser a melhor coisa do mundo. Pense também que andar mais de um quarteirão com sacolas de compras nos braços até pode te deixar mais fortinho, mas no fim das contas cansa (e muito).

Quanto ao apê em si, olhe bem para cada cômodo. Suas coisas cabem nele sem ficarem entulhadas? O aluguel + condomínio cabem no seu orçamento? Lembre-se que além dessas duas continhas, você ainda precisa separar uma grana para comer. 

Outro ponto importante para quem está prestes a fechar um contrato de aluguel é ver se está tudo em ordem com o imóvel ou se vai precisar fazer reparos em pisos, armários, portas...Caso precise, converse antes de assinar para que essas coisas também estejam no contrato. Assim, fica claro para ambas as partes o que pode ser feito e o que terá desconto no valor do aluguel. Na dúvida, não assine, ou assine com ressalvas (tudo sempre por escrito).

Ah! E se você tem um pole, nunca, jamais alugue um imóvel sem checar a altura do pé direito. ;)

Por enquanto é isso. Mais dicas na próxima semana para quem resolveu sair de casa. 

E se você tem alguma coisa a acrescentar ao texto de hoje, fique à vontade. Deixe sua dica ou sua dúvida aí nos comentários ou mande um e-mail para a moradora desta humilde residência. Pode enviar! A casa é sua também. 




domingo, 12 de fevereiro de 2017

As maravilhas de morar sozinho

Ter o próprio apê é libertador, disso ninguém tem dúvida. Mas se realmente é bom, mesmo sabendo que as contas chegam pontualmente e que a louça não desaparece da pia por encanto, isso depende do ponto de vista. Afinal, ter a casa só para você pode ser entediante; aquele silêncio fantasmagórico. Por isso, separamos algumas coisas que as pessoas costumam fazer quando não tem ninguém olhando. ;)

#01 ANDAR PELADO

Tem coisa mais libertadora do que sair do banho e não se enrolar numa toalha porque...não tem ninguém em casa? E o mais legal é que essa nudez pode se estender por horas, o dia inteiro se quiser. Apenas tome cuidado para não virar o vizinho taradão ou a vizinha peladona do seu prédio. Afinal, os vizinhos têm olhos, então aparecer na varanda ou muito perto da janela sem roupa pode acabar te rendendo uma fama que você não quer.


#02 OUVIR MÚSICA ALTA

Nesse momento, esquece que tem vizinho e coloque aquele sertanejo, que você não tem coragem de admitir que gosta, no último volume e cante como se estivesse no The Voice. Pode aproveitar para fazer aquela dancinha tosca também. Ninguém está olhando.


#03 ASSISTIR NETFLIX O DIA INTEIRO

Os amigos te chamam para sair, mas você não está no clima. Tudo que você quer é ficar jogado no sofá com um balde de pipoca, vendo séries e mais séries sem ninguém do seu lado perguntando quando você vai levantar a bunda do sofá.


#04 LARGAR ROUPAS E SAPATOS EM QUALQUER CANTO

Isso é unânime: não se preocupar em colocar o sapato na sapateira e se as roupas estão naquela cadeira (que no fundo, foi feita para ser cabideiro) por uma semana inteira.


#05 CRIAR COLÔNIA DE BACTÉRIAS 

Morar com os pais ou com amigos implica em manter a ordem da casa para o bem comum. Sendo assim, a louça precisa ser lavada ainda naquele período do dia, ou vai ter uma mãe gritando na cozinha: "E esse prato? Tá achando que ele é autolimpante?" ou um amigo chateado porque a panela que ele quer usar está com resto de comida sobre a pia. Mas quando o apê é seu, somente seu: LI-BER-DA-DE. A louça pode ficar lá o tempo que for, praticamente criando bactérias, que não terá ninguém para reclamar; a não ser você, quando perceber que está tomando água na xícara, porque os copos...bom eles estão em algum lugar dentro da pia.


#06 DAR UMA GERAL

Pode ser na casa toda ou apenas no armário. Fato é que todo mundo usa esse tempo de casa vazia para organizar as coisas. Porque com a casa cheia fica mais difícil se concentrar para diferenciar o que é útil do que já podia ter ido para a lixeira há tempos. Outra geral que pode ser feita é em si: muitas mulheres usam esse momento em que estão sozinhas em casa para fazer as unhas, hidratar o cabelo, se depilar, fazer esfoliação corporal etc. É quase um spa no próprio cafofo. Delicinha!

Dica da moradora: Use esse tempo para separar roupas e demais itens de vestuário que já não usa para doação. Também pode aproveitar para organizar as pastas de documentos, jogando fora papeis velhos, e limpar as janelas e a geladeira, descartando alimentos vencidos.


#07 COLOCAR A LEITURA EM DIA

Nem só de maluquice vive quem tem a casa apenas para si. Quem passa boa parte do tempo sozinho, costuma usar o silêncio do ambiente para colocar em dia a leitura. E vale tudo: desde feed de Facebook para saber quais são as fofocas da semana, a livros e blogs.

Dica da moradora: clica nas sessões do menu do blog para ver receitas práticas, um pouco de DIY e os textos colaborativos de quem já ousou dar pitaco nesta casa. =O



Olha a dica que separamos para dançar em casa (quando ninguém estiver olhando). A dancinha dos três mais para o final do vídeo é mara!