segunda-feira, 14 de março de 2016

20 quilos mais leve

Sábado é dia de...Para você pode ter sido de badalar por aí. Para mim foi dia de faxina. Mas não me refiro à limpeza da casa, e sim dos armários. Tirei tanta coisa sem uso que o apartamento deve ter ficado uns 20kg mais leve. 

Aqui em casa tem vários armários grandes, então imaginem a quantidade de coisas que dá para guardar: enchi três sacos grandes de lixo e seis sacolas para doação. 

Não sei vocês, mas eu senti uma leveza depois de faxinar os armários. Para não ficar doida com tanta coisa espalhada, resolvi fazer por cômodos. Comecei pelo escritório e fui para a sala esvaziar o rack. O trabalho veio mesmo quando eu cheguei no quarto de pintura. Pai celeste! Eram tantas pastas com tantos papéis. Contas velhas que não acabavam mais. Sabe o medo de jogar fora e a empresa alegar que exatamente aquela fatura que foi para o lixão não estava paga? Pois é. Tinha esse medinho. Mas caguei! Guardei apenas as de dezembro do ano passado para cá. E os históricos escolares?! Senhor! Me pergunto até agora por que eu ainda tinha o histórico da 1ª série do ensino fundamental. Tudo para o saco. 

Tão trabalhoso quanto o quarto de pintura foi o meu próprio quarto. Isso porque eu decidi doar algumas roupas e acessórios. Meu lema se tornou: acho bonito, curto, mas não uso há meses (ou nunca usei)? Vai embora! E assim, entre roupas, tiaras, cintos, livros, itens de papelaria e itens de cozinha (também fiz a limpa no armário de lá) fui abrindo espaço na minha casa, na minha vida. 

Antes de doar para alguma instituição achei por bem tirar fotos das coisinhas e postar no grupo da família e enviar para algumas amigas. Vai que né? E foi. O irmão mais velho quis a bola de pilates, a madrinha algumas blusinhas e as amigas dividiram objetos de cozinha, como jogo de xícara, ralador, petisqueira etc.

Agora que minha casa tem mais espaço sabe o que eu vou fazer? Engana-se quem pensou "comprar mais coisas". Vou é curtir meu cantinho limpo, arrumado e cheirosinho com minhas pimpolhas. Não há nada melhor do que chegar e encontrar tudo em ordem, saber onde está cada coisinha e não ser soterrada por uma pilha de roupas quando for pegar aquela camisa no alto do guarda-roupa. Prezo a leveza e agora até o meu apê está mais leve. Vale a pena fazer o mesmo. ;)

Cena do filme As patricinhas de Beverly Hills

Um comentário:

  1. Muito bacana o texto. Preciso fazer isso na vida e em casa. Inspirador. Curti! Bjs

    ResponderExcluir