segunda-feira, 22 de junho de 2015

Por mais domingos de pernas pro ar

Hoje eu estou aqui para contar o meu dia de maria e saber como vocês fazem para não perder um fim de semana esgotada na faxina. 

Meu domingo foi dentro de casa; só coloquei o nariz na rua quando fui levar minhas filhas de quatro patas para respirarem ar puro no meio da tarde. Fora isso, já acordei com o aspirador na mão. E confesso, não gostei. Tinha um almoço de família, mas precisei abrir mão, ou minha casa seria interditada pela vigilância sanitária. Gente, acho que nunca deixei ela assim e, graças a Deus minha mãe não apareceu aqui antes para ver a colônia de fungos que eu estava criando no tabuleiro sobre a pia. Ela ia me matar de tanto falar. #vergonha

Como semana retrasada não tive tempo para limpar nada e passei a semana na correria, o pó se acumulou (assim como a louça e as roupas no cesto). Também adiei o banho das pequenas, mas por um bom motivo: o chuveiro estava queimado e elas não merecem banho gelado no frio que está fazendo aqui no Rio. 

Com tudo acumulado e com o sábado cheio, a faxina ficou para o domingo. Não sabia por onde começar. Mas comecei! Coloquei algumas roupas na máquina (foram três levas), lavei a louça (foi aí que descobri a tal colônia de fungos), aspirei a casa, passei um pano com desinfetante, passei mais um pano seco para dar brilho no chão e mais aspirador. Entre uma coisa e outra, estendi as roupas e coloquei mais para lavar. Lavei a varanda, o banheiro e dei banho nas minhas pimpolhas. Nesse meio tempo, meu pai e minha tia resolveram me fazer uma visitinha de 15 minutos. Coisa rápida, mas providencial para eu desacelerar e tomar um café com eles. =)

Terminado isso, tomei um banho para ficar apresentável a quem cruzasse comigo na rua (nunca se sabe né?!) e lá fui eu dar um passeio no quarteirão com as pequenas. De volta pra casa, resolvi me cuidar: minhas unhas estavam implorando uma manicure e euzinha fiz as honras. 

Incenso, velas, café com leite e uma noite fria, gostosa para ficar em casa vendo filme na Warner. 

Agora alguém me diz como faz para não perder um fim de semana como amélia, por favor. Eu já li em outros blogs que o macete é limpar um pouco todos os dias, nem que seja uma limpeza de 15 minutos (um dia lava o banheiro, no outro tira o pó, no terceiro limpa a cozinha). Mas eu acho isso bem deprimente, porque me faz ter a sensação de fazer faxina todos os dias. Uma diarista seria legal, mas minha vida financeira não está permitindo, além de faxineira estar escassa no mercado e faxineira boa mesmo ter sido, praticamente, extinta (se você tem uma me indica, please. Se ela for boa mesmo eu dou um jeito de pagar).

É sério, pessoal! Preciso de uma dica maneira para manter a casa apresentável sem perder horas ou até um fim de semana inteiro com a vassoura na mão. Porque eu quero a casa limpa, mas também quero ter vida social. =P

Depois de uma faxina, o descanso merecido.





Nenhum comentário:

Postar um comentário