quarta-feira, 6 de maio de 2015

Pequenas porções

Nunca morei numa casa com muita gente. Acho que o máximo de habitantes num mesmo espaço foi de cinco humanos + duas cachorras + dois esquilos da Mongólia e uma calopsita. Ok, estava bem cheio esse apartamento, mas para "fins didáticos", vamos falar de apenas cinco pessoas. =D

Cozinhar para cinco requer uma quantidade de arroz, feijão, carne etc. E para uma pessoa? Foi por essa transição que eu passei recentemente (porque um ano ainda é recente né?). Se minha mãe ler este post vai me ligar na mesma hora (se não deixar um comentário aqui) perguntando: "Desde quando você cozinhava lá em casa?" Ok, mãe. Eu só adiantava o jantar, como tirar a carne do congelador, descascar umas batatas e fazer o arroz. Então foquemos no arroz. Eu estava acostumada e fazer um copo americano de arroz. Quando fui morar sozinha levei um tempo até descobrir que precisava usar menos de meio copo ou estragaria muita comida. Depois, quando o namorado foi morar comigo tive que recalcular a quantidade de arroz. Senhor! Ou sobrava muito, ou faltava. Tenso! 

Voltei a morar sozinha e, por fim, estava eu fazendo menos da metade de um copo americano de arroz novamente até que... entrei na onda da AN (veja o post aqui). Tive que recalcular mais uma vez a quantidade de arroz para não sobrar a ponto de estragar e, muito menos, faltar. Porque agora, além de mim tem as duas pimpolhas poodles comendo junto e misturado. 

Tô eu aqui falando de arroz, mas o que quero mesmo dizer com este post é para você, que mora sozinho como eu começar a pensar em pequenas porções. Eu, com a minha doce mania de fazer comida (ou apenas adiantar, como minha mãe dirá) para cinco pessoas, um belo dia resolvi fazer um bolo. Joguei quase todo no lixo. Usei uma forma redonda, daquelas que usamos para pudim, comi uma fatia, dei mais alguns pedaços para as minhas cachorras, guardei na geladeira pra atrasar o estrago e manter longe as formigas, mas não adiantou. Foi para o lixo quase a forma inteira. Aprendi. Agora, só bolo de caneca. Não precisamos fazer comida que dá para três comerem, se vamos comer sozinhos, não é mesmo?! ;)

E como eu falei do bolo de caneca, está aqui uma receitinha mega fácil e rápida. 

Bolo de cenoura na caneca:

  • Coloque numa vasilha (lembre-se que é tudo pequeno) 01 ovo e 03 colheres (sopa) de óleo. Misture.
  • Coloque meia cenoura ralada. Mexa mais um pouco.
  • Acrescente 04 colheres (sopa) de açúcar e 04 de farinha de trigo. Misture mais.
  • Coloque 01 colher (cafezinho) de fermento em pó. Dê aquelas mexida e despeje numa caneca até a metade. 
  • Leve ao microondas em potência máxima por um minuto e meio. Quando retirar, coloque algo tampando por cinco minutos para ele terminar de cozinhar. E prontinho!

Meu bolo de caneca se empolgou




4 comentários:

  1. Amo ler suas crônicas. Me orgulho muito em ter uma sobrinha que escreve tão bem. Parabéns, querida, pelo que escreveu e também por estar conseguindo morar sozinha com suas filhinhas peludas, sem precisar de ajudar externa. Agora é só fase de readaptação, e pronto, estará perfeito os gastos com alimentação, sem estragos... rsrsrs Estou na torcida pelo seu sucesso, sempre. Beijos querida, e fique com DEUS.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada. É complicado morar sozinha, sem ter alguém pra dividir as tarefas, mas é tudo uma questão de adaptação mesmo. Um erro aqui, um acerto ali e vamos vivendo. Não é mesmo? =D

      Excluir
  2. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk minha linda esse seu bolo de caneca ficou gostoso? Porque ele está mais parecido com um BoB esponja kkkkkkkkkkkkkkkkk brincadeirinha!!!! rs Vc está se saindo muito bem, organizada, o ap sempre limpo, comidinha na panela enfim, está tudo ok, mas não fica tirando onda de que fazia comida lá em casa porque vc mal lavava o arroz kkkkkkkkkkkkkkkk bjoquinha, faz um bolo desses pra mim?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Como assim eu mal lavava um arroz? Eu fazia o arroz, temperava a carne, cozinhava o macarrão. =P Quanto ao bolo, não ficou tão gostoso quanto um feito numa forma. Acho que precisava de mais cenoura para pegar o gosto. Ficou mais parecido com o sabor de um bolo comum.

      Excluir