quarta-feira, 11 de fevereiro de 2015

Depois dos 30

É preciso mudar pra crescer. Ou crescer para mudar? 

Como dizia a minha mãe: "Aproveite a vida porque depois dos 30 você nem percebe o tempo passar." E não é que ela tinha razão?! Já vou fazer 33 anos e me pego pensando ainda nos meus 20 (hahahahaha).

E quem diria que agora eu estaria morando sozinha, me virando e desvirando para fazer minhas coisas sem precisar da ajuda dos meus pais? Sim, um dia temos que nos desgrudar e aprender a caminhar com nossas próprias pernas. A saudade do tempo em que a preocupação era apenas em tirar uma  boa nota para ganhar o que se queria é inevitável. Carrego lindas memórias da minha infância que, com certeza, me ajudam a crescer até hoje. E é claro que nunca deixo morrer a criança boba que ainda tenho dentro de mim. Acho que é por isso que eu odeio gente mal humorada, gente que reclama de tudo, gente que coloca empecilho para não fazer o que sonha. O mundo é dos bobos e loucos.

Percebemos que temos que crescer quando sentimos a necessidade de ter o nosso próprio canto, a nossa própria liberdade. Ah, a liberdade! Eu, como toda aquariana, gosto de ser livre como um passarinho e ai de quem tentar me colocar dentro de uma gaiola.  

Sou formada em moda e viciada em looks alternativos, arcos de cabeça, meias, botas (pena que no Rio não temos tempo pra usar sempre) e muito rock! Meu momento "perfect" do dia é quando sento para criar as pautas do meu blog (sim, eu tenho um blog como a minha linda amiga aqui). Ele foi um dos meus sonhos realizados em 2014 e estou mega feliz com o resultado. Nele eu falo de moda, tendências, looks alternativos e mais um monte de coisa. 

Sou a Felícia dos bichinhos fofos e peludos (amo animais), adoro comprar itens coloridos de decoração para a minha casa, não deixo de acompanhar minhas séries (ufa! São muitas). Sou estranha e gosto de ser estranha. Sou louca por tatuagens (tenho oito e quero fazer mais algumas), adoro andar descalça, pintar a unha do pé, ler o meu livro antes de dormir e ter um momento só meu, pelo menos uma hora do dia, ou fico doida.

Frase de inspiração: "Se a gente cresce com os golpes duros da vida, também podemos crescer com os toques suaves na alma." (Cora Coralina)


Texto escrito por Renata Barros.

Essa Felícia é tão estilosa que os animais nem vão temer


Nenhum comentário:

Postar um comentário