sexta-feira, 2 de janeiro de 2015

Casei! Casei?

Quando a gente acha que tudo que podia mudar já mudou, vem a vida e dá aquela mexida. =)

Como sabem, saí da casa da minha mãe em fevereiro de 2014 e passei um tempo morando numa república em Brasília com mais duas meninas. Ao voltar para a minha cidade, decidi que moraria sozinha (minha casa, minhas regras, minha bagunça). Mas eis que a vida decidiu que não seria assim. Desde o fim de outubro, estou dividindo o mesmo teto (a cama, o sofá, o banheiro e tudo o mais) com o meu namorado.

Casei? Não. Meus documentos continuam iguais e na hora de preencher um formulário ainda marco a opção "solteira". Mas morar com outra pessoa (desde que não seja amiga) é sim um casamento. Afinal, não dividimos apenas o mesmo teto, mas as contas, as tarefas, os dias, as alegrias e as tristezas. Se isso não é casamento, então digam-­me o que é. Pra mim, casamento vai muito além de um papel assinado, flores e vestido de noiva. Casamento é dormir e acordar todos os dias com a mesma pessoa; fazer lista de mercado juntos; chegar em casa depois de um dia exaustivo no trabalho e ter alguém te esperando com o jantar pronto (ok. pode ser uma pizza). Casamento é dividir as contas, planejar as férias, passear com os cachorros por horas num fim de semana. Acima de tudo, casamento é cumplicidade, companheirismo, mas não amarras. É permitir que a outra pessoa tenha a sua individualidade, os seus amigos, os seus hobbies sem ter alguém a tiracolo.

Se estou gostando? Temos dias bons, outros chatos e ainda aqueles maravilhosos. Cada vez que abro os olhos é um novo dia e, logo, um novo humor, um novo aprendizado. Como em qualquer relação, existem altos e baixos (sim, já tivemos DR por causa das "minhas regras"), mas com respeito e carinho vamos conquistando dias melhores pra sempre.

Claro que eu não vou parar por aqui. Outros posts virão para eu contar como está sendo essa experiência de morar com o namorado (tudo tão novo pra mim) e como isso aconteceu.

Até a próxima, galerinha! ;)

2 comentários:

  1. Friend,
    Finalmente conheci seu blog. Gostei muito e acho que vou encontrar lições valiosas aqui no seu cantinho. ;-) Louca para ter a minha casinha e minhas regras hahaha!
    Quanto ao post: a gente tem mania de achar que casamento é só o dia da festa, né? Sonho muito com o dia da festa, de entrar na igreja dizer sim e ele também. Mas o depois é a parte mais importante. E por mais que não seja uma tarefa fácil, sonho com esse depois. Por favor, mais posts como morar com o namorido/marido. Ainda não tenho o meu, mas quero me preparar antes de ter. ;-)

    Beijocas,
    Carol
    www.pequenajornalista.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fico feliz que tenha gostado, Carol. Realmente não é tarefa fácil dividir o seu espaço, a sua rotina, seja com namorado ou com amigo, mas toda experiência é sempre legal. Maneiro o que mencionou, sobre sonhar com o dia da festa, a igreja. Tem gente que quando pensa em casamento, só lembra dessa parte. Esquece que, diferente dos contos de fadas, não para no "felizes para sempre"; tem o depois da festa. E é aí que a coisa pega. Precisa ser um casamento com muito amor, mas também com muita cumplicidade para dar certo.

      Excluir